quinta-feira, 27 de julho de 2017

Anemia pós bariatrica...



Bom... depois de um longo período me cuidando e fazendo exames e passando mal...








Eis que descubro que:

1) A baixa de ferro é comum em operados pós bariátrica e o cuidado tem que ser redobrado.
Sentiu-se estranha, sem forças, com sono em excesso... corre pro seu médico e peça exame de sangue.

2) Quando ingerir o NORIPURUN comprimidos como suplemento de ferro, NÃO TOME CAFÉ de maneira que seu metabolismo possa absorver o ferro. O cafézinho estraga toda a absorção #fato

3) Você esta tendo que tomar ferro na veia ? ok segura firme e não esquece de que o café atrapalha pra xuxu todo o processo.

Detalhe: Eu tomava o ferro pra anemia na veia que alimentava meu mioma. Me dava hemorragia e todo o ferro que eu tomava o mioma consumia. Em contrapartida, o pouco de ferro que sobrava no sangue o café acabava de atrapalhar.
Sempre que tomar o ferro em suplemento ingerir vitamina C para asseverar a absorção.
Agora sempre que termino de me alimentar eu como uma fruta rica em vitamina C, tomo o suplemento Noripurun e só tomo meu café depois de 2 horas da alimentação.
Para quem não tem noção do que a anemia faz, ela simplesmente te deixa sem energia vital e se persistir por muito tempo sem cuidados, vc acaba com leucemia.
A minha anemia chegou a 4 e o meu médico já tinha me alertado de que eu teria que tomar sangue, mas eu implorei para que me desse mais uma chance de consertar isso na alimentação e consegui.
Não foi fácil, foram muitos exames de sangue repetitivos e um trabalho em conjunto de médicos. Minha ginecologista, meu médico da bariátrica a hematologista e a nutricionista. E claro ! euzinha kk.
Bom, não sei quanto aos demais, mas pra mim foi assim e esta sendo.
Hoje depois de quase 2 anos lutando contra a anemia, eu já consigo manter meu nível de ferro a 11.
O correto é acima de 12, mas pra quem estava a 4 e com os pezinhos na bolsa de sangue eu já estou bem feliz =)
Fato compartilhado ! que venha o próximo desafio !
#ficaadica
By Val

quarta-feira, 29 de março de 2017

Vamos aprender inglês ? Golearners já ! vem...

Hoje em dia, falar uma língua extra não é luxo não.
É necessidade.
Foi-se a época em que só um grupo seleto podia fazer aulas de inglês e comunicar-se com pessoas de outros países.
Com a facilidade das mídias sociais e dos meios de comunicação que acabaram abreviando a distância entre as nações, falar com pessoas de outros países é uma coisa simples.
Basta vc saber um pouco de inglês e pá ! Tá feita a fofoca kkkkk
Amigos da Inglaterra, do Canadá e demais localidades que se comunicam em inglês comigo , eu estudo por esse blog super bacana ! o Golearners !
Vem aprender tbm e ser feliz trocando figurinhas com bariátricos de outros países ta !

 

Agora falar inglês não tem mais segredo não !
Fácil, simples e gratuíto !
Borá lá pessoal !
#ficaadica
By Val

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Engordei...


Pensa numa pessoa desesperada ...
então...
Ontem fui me pesar e pá !
O peso aumentou.
Pqp
Pqp
Pqp
Oque eu to fazendo de errado ?
Comendooooooooo que nem uma cabra doida.
De férias do trabalho, dormindo até mais tarde e fazendo receitinhas daqui e de lá.... tipo á toa mesmo. Um boicote só.
Decidido.
A partir de hoje só salada e grelhado.
Boca fechadaaaaaa, lacrada.... sacramentada ! kkkkk
Foram 5 kilos a mais assim... num piscar de olhos.
Parou.
Nem pense em comer nada fora do normal até perder esses 5 kilos.
Ordem do dia: MALHAR e CAMINHAR MUITO.
Depois de 4 anos da cirurgia , segurar o peso agora é na raça mesmo. Não tem conversa nem desculpas.
Assim que conseguir volto pra contar ta !

#ficaadica
By Val



segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Que isso !

Olha so !

Fala sério heim !
Pra quem acha que por ser de fruta é saudável...
Pensa bem antes de consumir.
Depois é damp na certa kkkkkk
#ficaadica
By Val

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Bariatrica e Osteosporose ?



Todas as vezes que eu fiz exame de sangue no pós cirurgia, deu falta de cálcio no meu corpo.
Como não absorvo mais alguns nutrientes, tomo cuidado sempre pra não deixar nada acabar.
Tipo...
tá faltando?
Vamos repor.
Dale gotinhas de vitamina.
Controlar de maneira saudável e com o acompanhamento do seu médico é de suma importância pra vc ser uma pessoa saudável após a cirurgia.
Esse mês eu completo 4 anos de cirurgiada e to redondinha.
Todos os exames deram que ta tudo bem.
Até o da anemia !
Então Borá lá cuidar tah !

Alguns pacientes podem já ter ouvido falar que pessoas que passam pela cirurgia bariátrica têm 30% mais chances de terem osteoporose. Isso ocorre devido às alterações causadas no organismo do paciente. Porém, o que é preciso saber é que a obesidade, ao contrário do que se acreditava, também causa deficiências nutricionais importantes para a saúde óssea, ou seja, antes da bariátrica o paciente já apresentava risco para a osteoporose. A maneira mais eficiente de evitar esse problema após o procedimento é a reposição nutricional feita junto ao médico responsável.
10 Coisas que Você Precisa Saber Sobre Osteoporose
O osso, além de promover sustentação ao nosso organismo, é a fonte de cálcio, necessária para a execução de diversas funções como os batimentos cardíacos e a força muscular. É uma estrutura viva que está sendo sempre renovada. Essa remodelação acontece diariamente em todo o esqueleto, durante a vida inteira. A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição de massa óssea, com o desenvolvimento de ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, tornando-os mais sujeitos a fraturas.

Confira, então, as 10 coisas que você precisa saber sobre osteoporose:

1 - A osteoporose é uma doença silenciosa, isto é,  raramente apresenta sintomas antes que aconteça sua consequência mais grave, isto é, uma fratura óssea. O ideal é que sejam feitos exames preventivos, para que ela seja diagnosticada a tempo de se evitar as fraturas.

2 - Os nossos ossos recebem forte influência do estrogênio, um hormônio feminino, mas que também está presente nos homens, só que em menor quantidade. Esta hormônio ajuda a manter o equilíbrio entre a perda e o ganho de massa óssea.  Por este motivo, as mulheres são as mais atingidas pela doença, uma vez que, na menopausa, os níveis de estrogênio caem bruscamente. Com esta queda, os ossos passam a se descalcificar e se tornam mais frágeis. De acordo com estatísticas, a osteoporose afeta um homem para  cada quatro mulheres.

3 - 10 milhões de brasileiros sofrem de osteoporose. Uma a cada quatro mulheres com mais de 50 anos desenvolve a doença. No Brasil, a cada ano ocorrem cerca de 2,4 milhões de fraturas decorrentes da osteoporose. 200 mil pessoas morrem todos os anos no país em decorrência destas fraturas. Mas, mesmo após uma fratura osteoporótica, o diagnóstico de osteoporose acaba não sendo feito e o paciente não é encaminhado para tratamento.

4 - Os locais mais comuns atingidos pela osteoporose são a espinha (vértebras), o bacia (fêmur), o punho (rádio) e braço (úmero). Destas, a fratura mais perigosa é a do colo do fêmur. Um quarto dos pacientes que sofrem esta fratura morrem dentro de 6 meses.

5 - Muita dor nas costas e diminuição de estatura podem representar fraturas vertebrais da osteoporose. Preste atenção!

6 - O diagnóstico precoce da osteoporose é feito pela medida da Densitometria Óssea. Possuem maior risco para desenvolver osteoporose as mulheres, indivíduos de raça branca, pessoas miúdas (magrinhas e pequenas), que tiveram menopausa precoce e não fizeram reposição hormonal, os fumantes, que possuem história de fraturas na família, que possuem doenças graves ou que utilizam corticoides por longo tempo,  e aquelas que ja tiveram fraturas na idade adulta.

7 - Uma medida de Densitometria Óssea esta indicada para todas as mulheres a partir de 65 anos e para todos homens com 70 anos ou mais. Além disto, todas mulheres menopausadas e todos homens com mais de 50 anos que possuam um dos fatores de risco descritos acima devem realizar o exame para confirmar a presença da osteoporose.

8 - A prevenção da osteoporose deve se iniciar na infância, através de uma alimentação saudável, com boa quantidade de alimentos ricos em cálcio (especialmente presente nos laticínios e, em menor quantidade, nas verduras escuras, no gergelim, no feijão branco e no tofu). Além disto, deve-se proporcionar para a criança e o adolescente a possibilidade de  brincadeiras e atividades ao ar livre. Isto nao somente vai estimular o exercício físico  que fortalece o esqueleto em crescimento, mas também possibilitar a exposição ao sol para que ocorra a produção Vitamina D na pele.

9 - A Vitamina D é fundamental para nossa saúde, em especial para o fortalecimento ósseo. Como ela não esta presente na maioria dos alimentos, temos que obtê-la através  da exposição ao sol ou, quando isto não for possível, através de suplementos vitamínicos.

10 - O risco de desenvolver a Osteoporose pode ser reduzido, se medidas como uma alimentação rica em cálcio, manutenção de uma atividade física e aporte adequado de Vitamina D foram proporcionados ao longo da vida. Entretanto, é importante salientar que, mesmo com todos estes cuidados, uma parte dos indivíduos vai ter osteoporose, pois a herança genética ainda não pode ser modificada. Mas a boa notícia é que existem tratamentos eficazes, caso você ja tenha a doença. Procure um endocrinologista, que poderá conduzir seu tratamento de maneira adequada e tranquila.

Fazer o exame de sangue periódico, ter o acompanhamento do seu médico e da sua nutricionista é fundamental .

#ficaadica
By Val

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

situações que engordam tbm...

Olha que interessante !
Segundo as pesquisas estes são algumas das situações que prejudicam a gente e faz o nosso corpo engordar . Elas atrapalham nosso metabolismo e nossa mente !
Leia com atenção e reflita sobre !



1. Refeições solitárias
Estudos indicam que almoços e jantares familiares nos protegem da obesidade, muito provavelmente pelas conexões emocionais que se estabelecem entre os membros da família durante as refeições.

2. O ano de nascimento
Se você nasceu depois de 1942, preste atenção. Existe uma conexão entre o gene FTO e o ano de nascimento que favorece a obesidade, uma relação duas vezes maior para os nascidos após 1942. Aparentemente, em função do desenvolvimento tecnológico após a Segunda Guerra Mundial.

3. Restaurantes com música clássica
Um estudo mostrou que nos cafés e restaurantes com música clássica são consumidos mais alimentos. Portanto, cuidado com a música clássica tanto em relação à comida como ao dinheiro que você irá gastar.

4. Trabalho noturno
As pessoas estão ’programadas’ para dormir quando não há luz e comer durante o dia. Trabalhar durante a noite faz com que as pessoas subam de peso, já que isso rompe o ciclo fisiológico provocando uma diminuição do gasto energético diário total. Se você trabalha durante a noite, a solução para não subir de peso é comer menos. E, claro, fazer atividade física.

5. Dormir pouco
Dormir pouco engorda. Isso acontece porque o sono desempenha um papel relevante no metabolismo energético, de maneira que, se você não dorme, come mais. É uma espécie de mecanismo fisiológico de adaptação para manter a vigília.

6. Poluentes ambientais
Alguns poluentes se acumulam no tecido adiposo favorecendo o desenvolvimento da obesidade. Estes poluentes chegam ao organismo por meio de alimentos muito gordurosos, como carnes.

7. Ver televisão
Essa é clássica! Passar mais de duas horas por dia sentado em frente à televisão aumenta o risco de obesidade em 23%. Dormir com a televisão ligada também aumenta esse risco. Segundo um estudo, a exposição à luz artificial durante a noite e enquanto a pessoa dorme reduz os níveis de melatonina, um hormônio que nos protege das alterações metobólicas que provocam obesidade e diabetes.

8. Estresse, ansiedade, depressão...
O transtorno do estresse pós-traumático faz a pessoa aumentar de peso rapidamente. Quando os sintomas do transtorno diminuem, o risco de obesidade diminiu. Em geral, mais da metade das pessoas reage ao estresse comendo, sobretudo alimentos gordurosos e com muito açúcar. A explicação científica é que o centro de recompensa que temos no cérebro se ativa com este tipo de alimento.

9. Alguns produtos light
Existe um estudo que afirma que o consumo de produtos lácteos com gordura reduz o risco de desenvolver obesidade central, muito em função da sensação de saciedade que eles provocam. Além disso, há muitos produtos que se dizem light, mas que possuem mais calorias que os ’normais’.

Bem bacana neh?
Tbm achei que tem tudo haver...
oque engorada ? não só a comida... mas a atitude tbm !
#ficaadica
By Val

sexta-feira, 2 de setembro de 2016